Visto E2

Visto de investidor E2

Esse visto E2 foi criado para contemplar uma categoria de investidores naturais de países signatários de tratados de comércio e navegação firmados com os Estados Unidos, seus empregados com poderes de administração, e empregados com qualificações especiais.

 

O visto contempla ainda esposa e filhos dependentes menores de 21 anos do investidor.

Para ser considerado investidor, o estrangeiro deve fazer um investimento substancial nos Estados Unidos em uma empresa “bona fide”.

Empresa “bona fide” é aquela considerada como constituída de boa fé, ou seja, seus propósitos e objetivos são de exercer suas atividades empresariais de uma forma honesta e dentro das normas legais estabelecidas no país, e o investidor não pode constituí-la com a intenção de se tornar posteriormente um imigrante.

O visto E2 é um visto para não imigrante e o investidor deve ser o principal controlador da empresa, devendo possuir ainda uma participação mínima de 50% do capital social.

 

Deve ser detentor de uma posição hierárquica superior dentro da empresa com poderes para administrar e conduzir as atividades empresariais, e o seu país deve estar qualificado como “Treaty Country”.

O investimento em uma empresa marginal não qualifica o investidor a aplicar para o E2.

Empresa marginal é aquela em que não consegue evoluir durante o tempo e não consegue prover o sustento do investidor e da família de uma forma satisfatória, ou seja, fica sempre na margem e no limite da sua existência.

Nesses casos a USCIS até admite, desde que o investidor prove que o negócio se desenvolverá dentro dos próximos anos e que estará  contratando mão de obra nesse período.

Tempo de validade do visto E2

O visto é garantido por um período de 02 anos, mas pode variar entre 2 a 5 anos para ser renovado, dependendo do disposto no tratado do país signatário.

Não existe limitação para o número de renovações, mas quando o visto terminar, for negado ou não for renovado, o investidor tem que deixar o país.

Visto E2 para funcionários executivos e com conhecimentos especiais

O visto também pode ser aplicado para empregados do investidor nos casos em que estejam engajados em uma posição de supervisão da empresa e deve, da mesma forma que o investidor, ser de um país que tenha tratado com os Estados Unidos.

 

Geralmente são empregados com alto nível de capacidade profissional e são tidos como executivos da empresa.

Existe ainda a possibilidade de se aplicar para empregados que não sejam executivos e que possuam um baixo grau dentro da hierarquia da empresa, desde que os serviços desenvolvidos dentro da empresa sejam cruciais, indispensáveis e essenciais para sua manutenção dentro do mercado de trabalho.

 

Essa mão de obra deve ser especial ao ponto de não poder ser substituída por empregados locais.

O mais comum nesse tipo de visto é abrir um novo negócio através dos diversos tipos de franquias existentes no Estados Unidos.

Pode também abrir um próprio negócio e administrá-lo com objetivo de expandi-lo ao longo do tempo.

Valor médio do investimento no visto E2

Em média o investidor tem que aportar no negócio a quantia de U$ 150,000, e tem que exercer as funções de supervisor e administrador  do empreendimento.

Os recursos a serem aplicados na empresa devem ser comprovadamente oriundos de fontes lícitas.

Número de vistos E2 disponíveis por ano nos Estados Unidos

Como acima reportado, o  aplicante do visto para não imigrante E2 não pode durante o período de tempo que estiver residindo nos Estados Unidos tentar fazer um ajustamento de status para aplicar para um Green Card.

Se tentar estará violando os fundamentos do visto E2 e ficará desta forma suscetível de ser deportado.

Essa é uma das principais diferenças entre esse visto E2 e o visto L1.

 

Enquanto que no visto E2 não é permitido aplicar para  Green Card, o visto L1 permite e se torna uma alternativa extremamente atraente e barata para obtenção do Permanent Resident card nos Estados Unidos.

O Brasil não possui tratado de comércio e navegação com os EUA, e em função da falta desse tratado brasileiros não podem solicitar o visto E2, a não ser que tenham dupla cidadania em outro país que esteja no rol de países abertos ao visto E2.

Outra detalhe importante do visto é que tem que ser renovado a cada período de 02 anos, e os filhos devem deixar o país quando completarem 21 anos.

É possível um investidor brasileiro obter um financiamento no Brasil para constituir um negócio nos Estados Unidos e obter o visto E2 para ele e a família?

É possível sim o investidor financiar recursos em uma instituição financeira no Brasil e aplicar esses recursos na compra de um negócio ou constituição de um novo nos Estados Unidos.

 

Dentro dessa estrutura ele pode aplicar para o visto E2, desde que o empréstimo seja levantado com base em garantia real imobiliária (qualquer imóvel).

O investimento pode ser substancial ou pode ser feito como empréstimo pessoal como acima informado.

No Brasil existem empresas financeiras que operacionalizam empréstimos com base em garantia de imóveis, o que pode viabilizar desta forma que o investidor brasileiro possa pensar em morar com sua família nos Estados Unidos.

Nosso escritório trabalha com algumas empresas financeiras que realizam operações de empréstimos com base em garantia imobiliária, e que oferecem uma das menores taxas de juros do mercado.

 

Solicite mais informações através do email  info@vistosamericanos.com.br ou pelos nosso telefones.

É possível o investidor brasileiro obter um financiamento nos Estados Unidos do próprio vendedor do negócio e aplicar para o visto E2?

Sim, é possível mas os recursos inicialmente investidos devem ser maiores que o valor financiado.

Se o negócio que está sendo adquirido nos Estados Unidos custa U$ 100,000, mas foi feito um acordo com o vendedor de pagar somente U$ 40,000 a vista e os U$ 60,000 restantes ser financiado pelo vendedor, certamente esse projeto não será aprovado pela USCIS.

Por outro lado, se a parte do pagamento à vista for de U$ 60,000  e os U$ 40,000 restantes for financiado pelo vendedor, o seu investimento se torna substancial e desta forma se qualificará para o visto E2.

Outro detalhe é que o negócio não pode ser criado com objetivo único de oferecer o suporte financeiro a família do investidor.

Ao contrário, deve ser um negócio que tenha como objetivo proporcionar o crescimento do investidor, e em consequência o crescimento econômico da região com geração de novos empregos e promoção do bem estar social.

Taxas para obtenção do visto E-2

 

Os valores a seguir apresentados foram levantados em março de 2018 e podem sofrer alterações nos termos das politicas de cobrança de taxas por parte da Agência Americana de Imigração-USCIS

Processo Consular

  • Taxa de Processamento DS-160: US$ 205,00 por beneficiário;

 

Processo de Ajuste de Status

  • Taxa de Processamento I-129: US$ 460,00 por beneficiário;

 

  • Taxa de Biometria: US$ 85,00 por beneficiário;
     

  • Opcional – Taxa de processamento premium USCIS (resposta em até 15 dias): US$ 1.225,00 por petição.

     

 – Taxas para renovação ou Extensão do visto E-2

Via Consular (fora dos EUA)

  • Taxa de Processamento DS-160: US$ 205,00 por beneficiário;

 

Via USCIS (dentro dos EUA)

  • Taxa de Processamento I-129: US$ 460,00 por beneficiário;

  • Taxa de Processamento I-539: US$ 370,00 por beneficiário;

Além das taxas acima descritas, o investidor que tiver interessado em aplicar para o visto E2 tem que levar em conta a elaboração de um Business Plan, custos com contador e abertura da empresa nos Estados Unidos, custos com advogados para  assessoramento de todo processo, taxas e outros custos indiretos.

Para saber mais sobre o processo do visto E2 e seus custos, entre em contato através do nosso email ou por um dos telefones abaixo informados.

VISTOS AMERICANOS - EMISSÃO E REMOÇÃO DE BARREIRAS
Advocacia Internacional George Cunha
Núcleo: Vistos EUA

SÃO PAULO

Unidade I - Av. Paulista, 1079 - 7° e 8° andares - Ed. Torre João Salém - Bela Vista - São Paulo - SP - Brasil

+55 11 27876385 / 11 993033675

Unidade II - Alameda Santos 1165 - 11o andar - Vip Office - Jardim Paulista - São Paulo - SP - Brasil

+55 11 40811979 / 11 993033675

FORTALEZA

Unidade III - Av.Barão de Studart 2360 - 10° andar - Sls1004/1005 - Aldeota - Fortaleza - Ce - Brasil

+ 55 85 3246 3344 / 85 999137940