Vistos B1/B2

É um dos vistos mais procurados pelos estrangeiros que desejam visitar os Estados Unidos a turismo e fazer pequenos negócios.

A legislação imigratória americana dividiu a categoria de vistos em imigrantes e não imigrantes.

Vistos para imigrantes são aqueles que o estrangeiro aplica com objetivo e morar de uma forma legal e permanente nos Estados Unidos.

São casos de vistos para imigrantes os da categoria immediate Relative que contempla cônjuge, filhos abaixo de 21 anos e pais de cidadão americano.

Tem ainda os da categoria de Family Preference(F1, F2, F3 e F4) e os da categoria Employment Based, conhecido como EB’s onde encontramos os vistos EB1, EB2, EB3, EB4, e o mais conhecido de todos que é o visto para investidor estrangeiro EB5.

Visite nosso site em www.programaeb5.com.br e saiba mais acerca do programa EB5 do governo americano que oferece a oportunidade de estrangeiros morarem de uma forma legal e permanente no Estados Unidos.

Os vistos da categoria B1 e B2 são vistos para não imigrantes, ou seja, são vistos temporários em que o estrangeiro tem que deixar o país assim que o tempo de permanência concedido pelos agentes da imigração esteja prestes a se vencer.

Não confunda o visto concedido no consulado no Brasil com o visto carimbado no seu passaporte ao ingressar no território americano.

O fato do visto concedido no Brasil ter um prazo de 10 anos não implica que o portador terá direito de permanecer por 10 anos nos Estados Unidos.

O visto concedido pelo consulado é apenas uma autorização prévia de viagem para que o estrangeiro viaje e se apresente às autoridades americanas de imigração ao ingressar no território americano.

 

Em vistos B1/B2 os agentes da imigração tem o poder discricionário de concederem de 10 dias até 06 meses direto para o estrangeiro permanecer no território americano.

Pode inclusive barrar a entrada do estrangeiro, caso suspeite de algum tipo de fraude, mesmo com o visto do consulado aprovado.

Visto B1 - Pequenos negócios e certas atividades

Esse visto contempla as seguintes atividades:

- Vendas e participação de feiras: Feiras, salões, montagem de stands, exposição de produtos, assinatura de contratos e recebimento de encomenda de produtos fabricados no Brasil ou a serem enviados do Brasil para os Estados Unidos;

- Serviços de engenharia: envolvendo instalação, prestação de serviços ou reparos comerciais e/ou industriais de equipamentos e maquinaria vendidos por firmas brasileiras para compradores nos EUA cujos contratos preveem a prestação de tais serviços;

- Palestrantes: atuar como orador ou palestrante em algum evento. As atividades não poderão ultrapassar 9 dias em uma só instituição, e tem que ser para uma organização de pesquisas sem fins lucrativos, organização de pesquisa governamental, uma instituição de ensino superior ou entidade filiada ou relacionada, sem fins lucrativos.

O palestrante não pode acumular mais do que cinco recebimentos dessas instituições nos últimos 06 meses.

Se as atividades propostas não se enquadrarem exatamente nas regras acima descritas, será então necessário um visto de intercâmbio (J-1)ou de trabalho temporário (H-1);

- Conferências: Aqueles interessados em participar de convenções ou seminários científicos, educacionais, profissionais ou executivos poderão utilizar o visto B-1 e essas pessoas estão subordinadas as mesmas restrições dos casos de palestrantes;

- Empreendedores: Aqueles empresários que desejam viajar para os Estados Unidos a fim de prospectar novos negócios pode utilizar o visto B-1.

É bastante usado para os primeiros passos de implantação de um novo negócio no Estados Unidos, como aluguel de imóvel, abertura de empresa subsidiária ou filial, entre outras ações inerentes a nova atividade;

- Estágio na área médica: Estudantes de medicina matriculados em instituições de ensino estrangeira, em caráter temporário, para realizar “estágio eletivo” em hospital universitário, desde que não receba nenhuma remuneração do hospital, também pode utilizar o visto B-1 para ingressar no território americano.

Esse estágio eletivo é exclusivo para estudantes de medicina interessados em estágio de 4º ou 5º anos na área médica, como parte do currículo internacional de medicina.

Para ser contemplado com o visto B-1 para essa atividade, o estudante deverá apresentar, juntamente com a documentação, uma carta da universidade de medicina dos Estados Unidos, definindo a natureza e duração do estágio;

- Empregado doméstico: Empregados domésticos ou pessoas que estão acompanhando ou indo se encontrar com seu empregador nos Estados Unidos são elegíveis para o visto B-1. Esta categoria de pessoas inclui, mas não se limita a cozinheiros, mordomos, motoristas, arrumadeiras, copeira, babás, auxiliares, jardineiros e acompanhantes.

Visto B2 - Turismo

O visto B2 é praticamente o visto mais usado dentro do sistema imigratório americano.

É um visto que não tem muita exigência, uma vez que está destinado para estrangeiro que desejam fazer turismo nos Estados Unidos.

 

TAXA DE SOLICITAÇÃO DO VISTO

Para emissão do visto B1/B2 a Agência Americana de Imigração-USCIS cobra uma taxa de U$ 160,00 por cada aplicante.

Assessoramos a emissão do seu visto e da sua família de uma forma rápida e sem burocracia.

VISTOS AMERICANOS - EMISSÃO E REMOÇÃO DE BARREIRAS
Advocacia Internacional George Cunha
Núcleo: Vistos EUA

SÃO PAULO

Unidade I - Av. Paulista, 1079 - 7° e 8° andares - Ed. Torre João Salém - Bela Vista - São Paulo - SP - Brasil

+55 11 27876385 / 11 993033675

Unidade II - Alameda Santos 1165 - 11o andar - Vip Office - Jardim Paulista - São Paulo - SP - Brasil

+55 11 40811979 / 11 993033675

FORTALEZA

Unidade III - Av.Barão de Studart 2360 - 10° andar - Sls1004/1005 - Aldeota - Fortaleza - Ce - Brasil

+ 55 85 3246 3344 / 85 999137940